Sobre este blog

Este nome é facilmente interpretado como 'Mundo Idiota', o que não deixa de ser, visto que atualmente vivemos em um mundo do TER e pior, do PARECER TER / SER, enquanto o que devemos valorizar é o SER. Mas o nome tem outro motivo. Uma pessoa que defende sua pátria é chamado de patriota, numa analogia a pessoa que defende o mundo seria o MUNDIOTA.
 

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Toda burrice merece ser castigada

Esta semana foi noticiada um novo gênero de cartão, o cartão pré-pago.

Podem ver uma matéria pelo por este link.

Os bancos passam a oferecer um cartão para os que não tem conta corrente, onde as pessoas podem “carregar” o cartão com os valores que quiserem (até um limite), e então estas pessoas podem nos estabelecimentos passarem este cartão para pagarem suas contas.

Tento entender qual o motivo disso. Eu dou o dinheiro para o “banco”, que somente devolve o meu dinheiro “dentro” de um cartão de plástico, porém para devolver o meu dinheiro cobra taxa. Cobra a taxa de emissão do cartão, cobram a taxa de recarga e alguns taxa para eu sacar o meu dinheiro.

Fantástico isso, agora o banco vai ganhar dinheiro para que as pessoas possam usar o seu dinheiro. E sem contar com a incrível vantagem de não ter responsabilidade alguma.

Olha que sacada fantástica. Eu dou R$ 1000,00 ao banco, que me cobra R$ 15,00 para emitir o cartão, mais R$ 2,00 pela carga inicial. Então durante o mês preciso sacar dinheiro duas vezes, e com isso gasto mais R$ 7,00. Ou seja, no final do mês, dos R$ 1000,00 que eu JÁ tinha disponível para uso, somente pude utilizar R$ 976,00. Incrível, consigo em um mês perder 2,4% do meu dinheiro.

E o banco ainda tem o benefício de não ter que pagar remuneração da poupança, muito menos ser responsável por qualquer perda, afinal, o banco não está de posse do dinheiro, e se o cliente perder o cartão, for roubado não terá a quem recorrer. Seria igual a perder o dinheiro, se perder, já era.

Vamos supor um pouco mais. Se o dinheiro está no cartão. Inicialmente havia R$ 1000,00, e após algumas compras o saldo fica em R$ 723,00. Então eu perco este cartão. O que acontecerá? O saldo está somente no cartão, se eu perdê-lo (ou danificá-lo, mesmo que sem querer) todo aquele dinheiro vai pra onde? Será perdido, e o único penalizado será o dono do cartão, já que não haverá outro local onde se possa ter o registro do saldo.

Como disse inicialmente, a idéia é para beneficar as pessoas que não possuem conta em banco, até porque isso tem um custo. Ledo engano. O BC estabelece que alguns serviços bancários são isentos de tarifa. E deste modo é possível ter uma conta no banco sem pagar taxa alguma, com direito a cartão de débito, 10 folhas de cheque por mês, 2 saques, 2 extratos, além de depósitos e internet ilimitados. E se já se tem tudo isso de graça, por que pagar por algo para que eu utilize o meu dinheiro? Ainda mais sabendo que qualquer problema que ocorrer o único prejudicado será a própria pessoa?

Vi comentários de pessoas dizendo que com este tipo de cartão não correrão o risco de gastar mais do que tem. Engraçado, com o cartão de débito também ocorre isso. Se o valor da compra for superior ao disponível na conta corrente a transação será bloqueada. Ou será que o pessoal imagina que no cartão de débito pode gastar o que não tem?

Me parece, realmente, que esta “novidade” é somente uma forma de tirar dinheiro dos burros, e este é o motivo do título. NÃO há motivo para qualquer pessoa adquirir um serviço onde toda a responsabilidade será somente sua, não haverá proteção, e sendo que já existe o mesmo tipo de serviço, gratuito, onde o banco tem responsabilidade.

Veremos como anda nosso povo mediante o “sucesso” deste novo tipo de cartão. Eu receio fortemente que será um sucesso.

4 comentários:

Tiago P. disse...

De fato é burrice sem tamanho de quem se interessar pelo cartão. E eu não condeno os bancos. Se o mundo é dos espertos e as pessoasse deixam influenciar dessa maneira...

Arthurius Maximus disse...

Cartão de crédito pré-pago é uma das coisas mais estranhas que se pode criar. Não seria melhor botar a grana numa poupança? Coisa de louco.

Catarino Alves disse...

Essa notícia é incrível, os banqueiros são ótimos em criar produtos que só lhe dão lucro.
Existe um cartão que se coloca valores em dólares para usar no exterior, mas não há nenhuma tarifa, compra-se os dólares, pela cotação do dia, e usa-se a vontade.
Este tipo de cartão que é preciso pagar para sacar é mesmo uma coisa de doido.

Kinha disse...

Eu fico pasma é que ainda tem quem caia nessa!