Sobre este blog

Este nome é facilmente interpretado como 'Mundo Idiota', o que não deixa de ser, visto que atualmente vivemos em um mundo do TER e pior, do PARECER TER / SER, enquanto o que devemos valorizar é o SER. Mas o nome tem outro motivo. Uma pessoa que defende sua pátria é chamado de patriota, numa analogia a pessoa que defende o mundo seria o MUNDIOTA.
 

domingo, 25 de março de 2012

O que é comida?

4 comentários até o momento. Que tal deixar o seu?

A pergunta parece algo bem simples de responder, qualquer criança com o mínimo de idade consegue dizer que comida é tudo aquilo que você come, qualquer alimento que o ser humano consuma.

Mas acho que isso está em mudança atualmente, pois hoje eu comi duas lâmpadas, um sabonete líquido. É sério, oficialmente eu comi tudo isso. E por que eu digo isso?

Tudo isso ocorreu em função da “maravilhosa” invenção dos vale alimentação e refeição. Primeiro que isso já considero uma idiotice sem tamanho, além de um cerceador de liberdade de escolha de como quero gastar parte do meu salário. Com a “invenção” destes vales o que muda é a diminuição da nossa liberdade de escolha, além de criar o absurdo que lhes falei.

Hoje fui a um mercado, do tipo atacado, e comprei vários itens para minha alimentação. Perguntei se poderia utilizar o vale refeição e advinhem, não pude. Talvez deva ser porque eu não deva comer os alimentos que compro deste mercado, vai saber.

Depois fui almoçar em um restaurante, colocar algum alimento pra dentro, e quando fui pagar com o vale alimentação advinhem novamente, não pude.

Depois fui em uma loja de itens diversos, e comprei um sabonete líquido e lâmpadas e advinhem, consegui pagar com o vale alimentação.

Será que o mundo mudou e eu não fui informado? Será que mudaram a classificação das coisas?

Almoço não é mais alimentação, itens de alimentação não é mais alimentação, mercados e restaurantes não posso usar o vale alimentação, e em lojas de itens diversos posso.

Quando foi que o mundo ficou maluco?

Não sei estas respostas, somente sei que terei que me acostumar com o gosto das lâmpadas, pois estas sim são o alimento do presente.