Sobre este blog

Este nome é facilmente interpretado como 'Mundo Idiota', o que não deixa de ser, visto que atualmente vivemos em um mundo do TER e pior, do PARECER TER / SER, enquanto o que devemos valorizar é o SER. Mas o nome tem outro motivo. Uma pessoa que defende sua pátria é chamado de patriota, numa analogia a pessoa que defende o mundo seria o MUNDIOTA.
 

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Desrespeito, desrespeito, desrespeito...

A cada dia que passa eu creio que os políticos são pessoas boas, que pensam nos outros, que não são egoístas. Ou por acaso fazer uma lei onde ele seja beneficiado é tão ruim assim? Por acaso burlar um regra, por saber que não haverá punição, é algo a ser levado em consideração?

Agora se você, leitor, discorda disso fico muito feliz, e é muito bom saber que ainda há pessoas que pensam assim. E por que fiz uma pequena ironia? Para traçar um paralelo com pequenos desrespeitos que nós, brasileiros da mesma forma dos nossos ilustres políticos, também fazemos, mas cremos que não tem importância, que é coisa boba.

Estive no mercado hoje, e há alguns caixas rápidos, para no máximo 30 volumes, e uma única fila. A idéia é agilizar a vida de quem comprou poucos itens. E no alto falante o mercado informava que o caixa rápido era para no máximo 30 itens. E quando estou na fila eis que vejo uma mulher com um carrinho abarrotado de itens, devia ter ao menos 3 vezes a quantidade máxima. Primeiramente ela não sabia para qual caixa se dirigir, pois não estava prestando atenção no painel indicativo. Chegou lá e a caixa infelizmente não pode fazer nada contra o imenso desrespeito que aquela mulher estava cometendo. O caixa é pequeno (será que é para o máximo de 30 itens?) e as compras dela eram tantas que enquanto ela tirava os produtos do carrinho teve que aparecer uma ajudante para ir empacotando os itens já registrados. Havia entre a ilustre dama e eu umas 20 pessoas. Pois bem, eu fui atendido, paguei e saí, e a ilustre dama ainda estava passando suas compras. Ela tirou o lugar de quantos? Será que ela era mais bonita que todo mundo lá e por isso merecia um atendimento diferenciado? Ou será que faltou a todas as aulas de respeito e acha que o mundo gira em torno do seu umbigo?

Neste mesmo mercado o estacionamento foi reformado recentemente, cobriram uma parte, deixaram a reserva para idosos, e em função da estrutura nova ficaram alguns lugares onde não devem ficar carros, existem faixas no chão indicando isso, e também colocaram vários indicadores de direção, tanto no chão quanto em placas. E acham que é difícil ver algum adulto estacionando no lugar de idoso, ou então estacionando no lugar proibido, deixando os demais carros apertados, ou então andando na contra-mão, ou então estacionando tortamente na vaga, pegando 2? Acertou quem respondeu que não. Isso é muito comum. Conversei com o segurança e perguntei o que acontece com alguém que faz alguma irregularidade, como estacionar onde há faixa proibindo. Ele me disse que quando percebem até pedem para avisar ao motorista para remover, mas se o ilustre motorista não quiser tirar, nada ocorrerá.

Não há nenhuma punição para essas "coisas" que desrespeitam aos demais.

Ou seja, eu me acho bonitão, melhor que os outros, então não necessito seguir as regras de boa convivência, faço as coisas do meu jeito e nada pode ser feito contra mim. Olha só que maravilha!!!!! Habitat perfeito para a procriação de seres egoístas e sem nenhum pensamento coletivo.

Me pergunto se é tão difícil fazer as coisas certas, entender que se vive em sociedade, e que há algumas regras para melhorar as coisas para todos. Poderia dar inúmeros outros exemplos, como pessoas que param em guia rebaixada, ou guia pintada, ou guia para cadeirantes, etc.

Há os que dirão que isso é normal, que faz parte da cultura brasileira, que o brasileiro é mesmo assim. O normal eu posso aceitar, pois normal é somente algo estatisticamente favorecido, mas em nada algo normal tem vínculo com o certo. Que faz parte da cultura (ou INcultura) eu também posso aceitar, mas que brasileiro é assim não. Somente é assim quem quer levar vantagem, ser esperto, se dar bem as custas dos outros. Quem não quer pode ser muito diferente, mesmo tendo nascido neste país.

5 comentários:

angel disse...

Vamos acreditar que um dia alguém acorde e comece a fazer as leis funcionarem, porque elas existem. Quando esses "espertinhos" começarem a sentir no bolso talvez comecem a acordar para o mundo e perceber que existem mais pessoas além deles próprios.
Infelizmente, brasileiro tem mania de dizer que aqui é assim mesmo, que brasileiro dá jeitinho pra tudo... Jeitinho é uma coisa, desrespeito é outra.
Por enquanto o que nos resta é continuarmos a agir com educação. Quem sabe nosso exemplo sirva para alguma coisa, pelo menos para que nossos filhos continuem agindo de modo certo e também nossos netos e seus filhos e netos e multiplicando essa semente um dia , quem dera!!! o mundo possa ter mais pessoas civilizadas.
Abraço
Angela

Darcy Mendes disse...

Passei para uma visita e avisar que tem um prêmio para você lá no meu blog.


Abraços

Arthurius Maximus disse...

Seu texto reflete a realidade pura e simples de nossa nação.

Infelizmente a maioria de nossa população quer mesmo ser assim (apesar de você ainda ter fé e achar que não). Somos um país onde a maioria de seus habitantes acha a única pessoa que importa é ele mesmo. Somos a "Nação do Um".

A coisa só vira problema quando afeta o indivíduo. Enquanto estiver só causando problemas para o outro; ela é ótima.

Um abraço.

kuandr disse...

Nao adianta...
infelizmente algumas coisas nunca irao mudar =x
mas ta blz e bom saber que ainda existem pessoas que tem um pouco de fe xD




www.kuandr.blogspot.com

LiLi disse...

Oiiii, desculpe a demora em responder...
minha vida é uma loucura
mas então, adorei isso aqui, blog super 10!
posso linkar-te?
É bom encontrar leituras interessantes assim na blogosfera.
Beijão!