Sobre este blog

Este nome é facilmente interpretado como 'Mundo Idiota', o que não deixa de ser, visto que atualmente vivemos em um mundo do TER e pior, do PARECER TER / SER, enquanto o que devemos valorizar é o SER. Mas o nome tem outro motivo. Uma pessoa que defende sua pátria é chamado de patriota, numa analogia a pessoa que defende o mundo seria o MUNDIOTA.
 

sábado, 16 de julho de 2011

Ecologia ou demagogia?

Estamos em uma nova moda, a do ecologicamente correto. E isso faz com que as pessoas passem a fazer determinadas coisas pois isso é o legal a ser feito, é bem visto pela sociedade, independente de crerem ou não que isso é certo, o melhor, ou talvez a única forma de manter o ser humano neste planeta.

E essa moda pode provocar umas coisas interessantes. As pessoas podem, para se mostrarem “in”, brigarem com quem utiliza sacola plástica do mercado, mas em casa consomem sem parar, trocam de aparelhos eletrônicos somente porque a modelo deste ano tem um canto um pouco mais arredondado, e se esquecem do quanto de lixo que este simples produto gerou durante toda a sua cadeia de produção.

Não estou dizendo que com isso somente porque podem haver problemas grandes os pequenos devem ser ignorados, mas é preciso ficar atento para vermos o que realmente faz a diferença.

Um dos fatores que me fez pensar, e se alguém tiver uma resposta por favor me encaminhe, é da troca do uso de copo descartável por uma xícara.

Todos sabemos que o copo descartável vai ao lixo logo após sua utilização, enquanto que a xícara pode ser utlizada inúmeras vezes.

No entanto, quando utilizo a xícara, como ela fica exposta é necessário antes do uso lavá-la, onde se consome água. Depois do uso, também é necessário lavá-la e enxugá-la.

Quando se utiliza o copo descartável somente se passa uma água rápida nele (para tirar o resíduo da bebida) e o coloca-se para reciclagem.

Minha dúvida é o que causa menos dano ao meio ambiente. A xícara, que para o seu uso é necessário mais água e também um papel-toalha para secá-lo ou o copo, que utiliza menos água e depois pode ser transformado em outro copo?

Certamente qualquer atitude benéfica ao meio ambiente é bem vinda, porém é necessário sabermos realmente se o que estamos fazendo é um benefício ou se é somente uma ação de “marketing”, porém sem efeito prático.

2 comentários:

Tiago P. disse...

Concordo com vc. Muitas atitudes e trocas são aparentemente sustentaveis, mas na prática destroem tanto quanto o produto inicial.

Penso parecido com vc a respeito dos carros eletricos. Ok, nao poluem, mas e o tanto que energia q precisa ser gerada??

Perdi as esperanças a respeito do mundo sustentavel. Teremos que nos adaptar, simples assim.

Arthurius Maximus disse...

A chave da questão é justamente esta. Pois, mesmo que você pense tomar a decisão certa; de nada adiantará, por exemplo, usar o copo descartável e deixá-lo prontinho para a reciclagem se a sua prefeitura mistura tudo, na hora da coleta, num "caminhãozão" imundo e despreparado para separar o lixo.

Aqui no Brasil ainda estamos engatinhando na coisa e o poder público ainda não percebeu que o lixo pode (e deve) se transformar em riqueza e em fonte de energia barata e limpa (hoje há inúmeras tecnologias que garantem isso).

Sabemos que eles optam pelo bom o velho lixão porque reciclagem, para eles, não dá voto.