Sobre este blog

Este nome é facilmente interpretado como 'Mundo Idiota', o que não deixa de ser, visto que atualmente vivemos em um mundo do TER e pior, do PARECER TER / SER, enquanto o que devemos valorizar é o SER. Mas o nome tem outro motivo. Uma pessoa que defende sua pátria é chamado de patriota, numa analogia a pessoa que defende o mundo seria o MUNDIOTA.
 

sábado, 4 de dezembro de 2010

Ateu, graças a Deus

Já ouvi esta frase, e achei ela propícia para dar título a este texto.

Li ontem que o apresentador Datena expressou alguns “pensamentos” em seu programa, que fez com que o Ministério Público Federal queira uma retratação.

Segue o link para verem mais a respeito do assunto.

Pelo conteúdo do link é possível ver algumas "afirmações” do apresentador, que responsabiliza os ateus pelos males do mundo, pelos crimes que ocorrem, dizendo que somente pessoas que não creem em Deus é que são capazes de cometer crimes.

Fico aqui tentando imaginar em qual realidade este apresentador vive. Se ele frequentou escola, se aprendeu sobre história da humanindade, se vê documentários ou lê livros. Porque se ele faz alguns destes itens certamente não pensaria deste modo. É só abrir os olhos e enxergar a realidade.

Será que ele nunca ficou sabendo que grandes genocídios foram feitos em nome de Deus (que pode ter outro nome dependendo da crença)? Quantas guerras-santas (quanta incoerência) foram feitas neste planeta, quanto sangue derramado, somente para impor aos outros a crença de um grupo. E o que acho engraçado é pelo que sei um dos ensinamentos da religião é o respeito ao próximo, mas tem um asterisco nisso. Respeito ao próximo sim, desde que ele creia na mesma coisa que eu, caso contrário ele é uma série ameaça a tudo o que eu acredito, e como ameaça, necessita ser destruído.

Infelizmente algumas das pessoas mais inflexíveis que conheci, que em nenhum momento se permitiram pensar em pensar de uma forma diferente, crer que podem existir outras formas de ver o mundo, a sociedade, os problemas foram pessoas ligadas a religião, certamente com muito Deus no coração.

Há uma brincadeira que diz que se você quer encontrar pessoas com Deus no coração é somente ir a um presídio. lá certamente se encontrará muitas pessoas que creem em Deus.

Se não me engano eu vi um caso onde uma pessoa recebia a sua “propina de cada dia” e orava, agradecendo. Esta certamente tem Deus no coração, tanto que até orava em agradecimento.

Então por que somente os ateus é que são os responsáveis pelos problemas do mundo?

Uma organização, uma crença, uma filosofia não faz uma pessoa boa ou má. Se fosse isso, seria muito fácil obrigar todo mundo a ser de uma organização, ou então obrigar todas as organizações a fazerem determinada atitude e certamente todas as pessoas seriam boas.

O que faz uma pessoa ser boa ou má (tirando fatores psiquiátricos que alteram o estado de consciência da pessoa) é a educação que ela tem, é a consciência que nela foi despertada a respeito das coisas, dos valores (não os que anunciam na TV em blocos de 30 segundos), das pessoas, da sociedade, de justiça, de ética. São os exemplos que esta pessoa recebeu, não somente os discursos.

Datena certamente prestou um desserviço à sociedade atacando um grupo com uma crença diferente da dele. Muitas pessoas que viram, e que ainda não tenham se desenvolvido o suficiente para analisar o que foi dito, filtrar e processar tudo acabarão crendo que ele está certo, e que precisam combater os ateus. É a indústria da intolerância e do desrespeito sendo alimentada, e neste caso, por uma pessoa que acredita em Deus.

Quem faz mais bem ao planeta? Os ateus ou os crentes? Sinceramente, não me importa, e isso não me preocupa nem um pouco. O que eu quero é que os ateus façam bem ao planeta, assim como os crentes. Quero que um entenda que o outro tem o direito de pensar de outra forma, independente se a forma da pessoa pensar tem fundo mais racional ou mais de fé, se há provas para acreditar ou provas para não acreditar. Isso não faz diferença.

Certamente em qualquer agrupamento haverão pesssoas boas e pessoas ruins, e o papel das boas é tentar levar as que estão fazendo o mal a sociedade um pouco de consciência, mesmo que isso faça com que a pessoa passe a acreditar em algo diferente do que nós mesmo acreditamos.

O todo é importante, é maior, e se as pessoas entrarem em guerra para ver quais delas é a certa, o planeta perde.

5 comentários:

Eduardo Montanari disse...

O função do Datena é gerar polêmica, esse é o ganha pão dele assim como o da Derci Gonçalves era falar palavrões. É o tipo de pessoa que não liga para o que diz, porque sabe que a maioria do povo ignorante vai dar crédito a ele.

Urbano Leonel Sant' Anna disse...

Quanto ao Datena não estou nem aí, porque de idiotas a televisão está cheia. O que me interessa é o assunto que abordas. Por coincidência escrevi um pensamento que tem tudo a ver com isto lá no Sensata Paranóia. A verdade é que passamos muito tempo respeitando a fé dos crentes sem nos darmos conta de que eles não querem o nosso respeito. Eles só aceitam é que nós passemos também a acreditar no que diz o padre, o pastor, a Bíblia ou seja lá quem diabos for. Embora eu não seja propriamente ateu, mas agnóstico, tenho uma grande desconfiança da inteligência daquelas pessoas que se submetem a uma fé cega e dogmática que não lhes permite qualquer tipo de questionamento. Abraços, Urbano.

Iza disse...

Em nossa cultura ocidental é considerado maldito quem não acredita em deus. principalmente quem não acredita em Jesus.

Não sou atéia, pois acredito que existe uma força superior que governa a tudo e a todos, mas convivo com várias pessoas na escola e na faculdade que são ateus e demonstram um nível de ser muito mais elevado do que muitos crentes em deus que conheço.

Televisão, nem assisto. Sei que dali só sai besteira. É um emaranhado de propagandas no sentido de alienar mentes. E Datena? Faz o jogo dele colaborando para a alienação de mentes.

Jane disse...

Concordo em genero, numero e grau.

Excelente texto.

angel disse...

Cada vez que leio o que escrve sinto mais orgulho de voce.
Concordo inteiramente com o que disse. Nao sou aganostica,nem ateia, considero-me uma pessoa espiritualizada o bastante para acreditar em uma sabedoria superior, e muitas vezes acho mesmo que sou mais "religiosa" que muitos que frequentam a igreja regularmente.
Também nao confio em pessoas crentes o bastante que deixam de pensar com suas proprias mentes. Essas pessoas sao perigosas e cometem atrocidades.
Um abraço enorme e cheio de saudade.
LA MAMMA