Sobre este blog

Este nome é facilmente interpretado como 'Mundo Idiota', o que não deixa de ser, visto que atualmente vivemos em um mundo do TER e pior, do PARECER TER / SER, enquanto o que devemos valorizar é o SER. Mas o nome tem outro motivo. Uma pessoa que defende sua pátria é chamado de patriota, numa analogia a pessoa que defende o mundo seria o MUNDIOTA.
 

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Incompetência premiada

Há tempos que vejo que neste país – e creio que no resto do mundo também – que a incompetência é algo digno de premiação. Incompetentes muitas vezes se “dão melhor” do que os competentes e honestos. E exemplificarei o que disse em função de algo que ocorreu com minha família.

Minha mãe é professora, e tinha uma franquia com vários alunos, muitos em um nível superior ao que estavam cursando na escola. E uma pessoa da cidade, mas que morava fora, estava com o filho com problemas na escola e então recorreu à minha mãe para que desse aula particular para o seu filho para que pudesse ir bem na prova. Minha mãe estranhou o fato daquele pai ter vindo até ela, afinal, era uma pessoa de muitas posses e o filho estudava em uma das melhores escolas de SP, e certamente poderia ter qualquer professor particular que quisesse. Só para terem uma idéia, disse que minha mãe poderia pedir o que quisesse, que isso não seria problema para ele. Aqui vale um parênteses, o filho dele voltava de avião particular para a cidade natal.

Pois bem, minha mãe aceitou as aulas, no entanto como a matéria era bem avançada e meu irmão, que também fazia o método e tinha visto a matéria recentamente minha mãe confiou – com toda a consciência – a aula ao meu irmão. Quando o rapaz chegou meu irmão deu aula, e foi somente necessário 1 hora de aula, este tempo foi o suficiente para esclarecer as dúvidas e fazer com que ele tirasse uma excelente nota.

Resumindo, o valor ganho por nós foi somente de R$ 15,00, de uma pessoa que deu carta branca para pedirmos o quanto quisermos e utilizarmos quantas horas fossem ‘necessárias’. O outro amigo deste rapaz ficou em SP, teve várias aulas, muito mais caras que as nossas e ainda assim foi pior na prova.

Escrevi isso não para colocar minha família sob holofotes e para que recebam aplausos, mas sim para mostrar um exemplo de como os incompetentes ganham mais dinheiro. Quem é que deveria cobrar mais, quem deu 1 aula e sabia o que estava fazendo ou quem deu várias aulas, sem saber muito? Certamente para os que não possuem a competência necessária tudo é mais difícil, portanto em qualquer julgamento eles cobram mais, sem contar que leva mais tempo para executar.

Fico imaginando se minha família tivesse agido de outro modo. Poderíamos, certamente, ter ganho bem mais, digamos que ‘valorizar’ o serviço, e depois espalhar para todo mundo que conseguimos fazer com que o rapaz passasse na prova, para quem sabe fazer propaganda e ganhar mais dinheiro posteriormente.

E o que fizemos? Somente o nosso serviço, nada mais. Era o que tinha que ser feito, e foi feito.

Já presenciei muito disso em ambiente de trabalho. Eu gosto de fazer as coisas bem feitas, e o mais rápido possível, independente de ganhar mais para isso ou não. Então costumo resolver problemas rapidamente, sendo uma pessoa muito acionada para problemas mais complexos e esquisitos. E como procuro fazer as coisas mais rápidas, é comum eu não ficar além do expediente, no entanto vejo pessoas com muito mais dificuldadades que eu, que fazem menos atividades que eu e precisam em alguns momentos trabalharem até mais tarde.

Pergunto: quem ganha mais? Acertou quem disse que é o outro, afinal, eu não faço hora extra, não ‘me mato’ pelo serviço, ‘somente’ faço o meu no meu horário e vou embora, enquanto que o outro fica bravamente até bem mais tarde para resolver os problemas da empresa.

Claro que necessidades de horas-extras existem, e não estou generalizando, mas somente dizendo que neste caso, com pessoas com as mesmas funções o incompetente (perante o outro) ganha mais, e ainda é mais lembrado na empresa, afinal, é ele quem fica até tarde, enquanto que o outro vai embora cedo.

Acho engraçada esta mentalidade, de premiar o mais incompetente. E infelizmente isso não é só uma observação minha, pois senão não teria uma piada sobre o assunto:

Um sujeito vai visitar um amigo deputado e aproveita para lhe pedir um emprego para o seu filho que tinha acabado de completar o supletivo do 1ºgrau.
- Eu tenho uma vaga de assessor, só que o salário não é muito bom...
- Quanto doutor?
- Pouco mais de 10 mil reais!
- Dez Mil!!!!???? Mas é muito dinheiro para o garoto! Ele não vai saber o que fazer com tudo isso não, doutor!!! Não tem uma vaguinha mais modesta?
- Só se for para trabalhar na Assembléia. Meio período e eles estão pagando só 7 mil!
- Ainda é muito doutor! Isso vai acabar estragando o menino!
- Bom, então tenho uma de consultor. Estão pagando 5 mil reais por mês,serve?
- Isso tudo é muito ainda, doutor. O Senhor não tem um emprego que pagasse uns mil e quinhentos ou até dois mil reais???
- Ter até tenho, mas aí é só por concurso e é para quem tem curso superior pós graduação ou mestrado, bons conhecimentos em informática, domínio da língua portuguesa e conhecimentos gerais. Além do mais, ele terá que comparecer ao trabalho todos os dias...

Infelizmente qualquer semelhança não é mera coincidência, mas sim constatação.

7 comentários:

Arthurius Maximus disse...

Por incrível que pareça, já vi isso acontecer "in loco". Existem ainda os chefes que dão valor aos funcionários mais incompetentes temendo que os melhores "passem a perna" neles em futuras promoções. Infelizmente, isso é uma dura realidade.

Dragus disse...

Importante não é trabalhar, é saber massagear o ego de quem está acima. =/

angel disse...

Puxa, que surpresa!!!
Obrigada!
Mas sabe qual foi meu maior pagamento nesta história toda?
O exemplo que dei aos meus filhos: a honestidade, o caráter, a ética. Qualidades raras hoje em dia.
Pode até ser que não fiquei mais rica ou famosa, mas certamente sou uma mãe e uma profissional realizada.
Só o presente de hoje valeu muito mais que tudo que aquele homem poderia pagar por algumas aulas.
Beijo em seu coração.
Amo você!
Angel

Anônimo disse...

Sim, sim sogrinha/Mamis, a srª foi/é uma excelente mãe!
Deu todo o melhor q. podia dar aos seus filhos!
Realmente honestidade, caráter, ética, são qualidades raras hoje em dia e essas e muitas outras qualidades o Carlos Henrique tem sim. É por isso q. Carlos H. Leda é raro e eu o amooo muitooo tbém!

“Tem que ser você
Sem por que, sem pra que
Tem que ser você
Sem ser necessário entender”

Obs: Ñ vale ficar sem jeito rsrs

Ayunes

Guara disse...

Carlos,
Já vivi e presenciei situações semelhantes. Até que um dia abri o bico para um superior herárquico.
"Também! Você não cacareja!" Foi a resposta dele.
Mais ou menos o que disse o Dragus, acima.
No mundo corporativo, infelizmente existe muito disso (como foi no meu caso). Já fora dele aprendi:
"Quem desloca, recebe. Quem pede tem a preferência". Assim os mais "espertos" vão se dando bem. Mas, a vitória tem mais sabor quando conquistada de consciência limpa.
Sucesso!

blogdocatarino.com disse...

Essas coisas acontecem em todo lugar, existe até um livro com o título O princípio Dilbert que diz que quanto menos se trabalha mais chances temos de ser promovido, já que trabalha só recebe mais trabalho.

Luna disse...

Tua mäe têm razäo. A honestidade é o valor supremo do ser humano.
Näo há dinheiro no mundo que pague isso...
Parabén prá ela.
Mas sabendo quem é tua mäe, outro comportamento sería impenssável.
Um beijinho prá os dois.
Luna