Sobre este blog

Este nome é facilmente interpretado como 'Mundo Idiota', o que não deixa de ser, visto que atualmente vivemos em um mundo do TER e pior, do PARECER TER / SER, enquanto o que devemos valorizar é o SER. Mas o nome tem outro motivo. Uma pessoa que defende sua pátria é chamado de patriota, numa analogia a pessoa que defende o mundo seria o MUNDIOTA.
 

sábado, 10 de janeiro de 2009

Pra que serve sindicato?

Esta pergunta tenho-me feito há muito tempo. Achei no dicionário a seguinte definição de sindicato: “Associação de profissionais que defende os interesses trabalhistas dos seus membros”. Ou seja, é um grupo de profissionais, de pessoas que possuem em comum o fato de possuírem a mesma profissão, e cujo objetivo é defender os interesses destes profissionais.

Para mim esta é somente a visão romântica da coisa, pois infelizmente a realidade está muito distante disso. Vejo hoje os sindicatos somente como uma forma de ganha-pão de várias pessoas, que usam da definição romântica para angariar fundos, e bota fundos nisso. Ganham dinheiro sem esforço, sem necessidade de prestar conta, fazer bons serviços.

Relatarei alguns fatos. Não sei se o percentual é o mesmo para todos os sindicatos, mas o sindicato no qual a minha categoria profissional está vinculada cobra um percentual de 1% ao mês (salário bruto). E o “interessante” desta cobrança é que ela é automática, ou seja, se o profissional não souber ele pagará a taxa, e de nada adianta depois do primeiro pagamento tentar cancelar, pois isso somente pode ser feito uma vez ao ano e por poucos dias. Engraçado isso né? Para que ele não pague a “contribuição” (acho interessante chamarem assim, pois para mim o conceito de contribuição está associado a voluntariedade) ele precisa ir até o sindicato levar um termo, junto com documentos. E se a pessoa não morar na cidade do sindicato, se ferrou. Terá que se deslocar. Neste caso não existe procuração.

Esta semana fui lá, afinal, não quero perder dinheiro. E antes que digam que o sindicato me representa, luta pelos meus direitos e blábláblá, digo que o sindicato nem meu email tem, ou seja, nem tem como prestar conta de suas atividades a mim, financiador de sua atividade. Se algo ocorreu o ano passado, eu, até então financiador, não fui informado. Pergunto: que prestador de serviço é este que recebe dinheiro e não dá nenhuma satisfação? Que prestador de serviço cobra do cliente, a não ser que este se submeta a burocracia para não “contribuir”?

Quando estive lá para exercer meu “direito” de não contribuir (o direito deveria ser o de contribuir) fui informado que precisava de um documento assinado solicitando tal vontade, e me entregaram o documento, somente com nomes genéricos como exemplo. Perguntei se não tinham como eles imprimirem um, pois já havia saído do serviço. Adivinhem a resposta? Não. Engraçado, eles podiam imprimir várias folhas de exemplo e entregar para todos, mas não podiam fazer este serviço. E olha que eu havia pago o ano passado todo, e nada de despesa dei para eles. Tive que voltar na empresa, digitar e retornar mais tarde lá. E se eu fosse de outra cidade? Isso mesmo, perderia a viagem.

E quando retornei, vi na parede do sindicato algumas propagandas de colônia de férias deles, assim como o sindicato também conta com convênios em empresas. Até fiquei confuso se eu havia entrado num sindicato, que tem por finalidade defender o interesse de uma classe profissional, ou em um clube de vantagens, onde eu me associo para ter diversos benefícios. Resolvi não questionar isso.

A título de curiosidade, o valor que eu “contribuí” com o sindicato o ano passado representou 12% do dinheiro que consegui economizar. Isso mesmo. Ou seja, o que eles tiram não é 1%, mas sim bem mais.

Então pergunto: “Pra que serve sindicato?”

4 comentários:

Agda Gabriel disse...

Ola querido, como ex-funcionaria de uma grande entidade sindical aqui de Rio Preto tenho a dizer o seguinte:
Nem de longe voce imagina os desmandos e os conchavos existentes no meio sindical. Acabou-se o sindicato idealista. Aquele que lutava realmente pelo interesse da classe que representava. A grande maioria dos sindicalistas são homens vendidos à classe patronal para que em época de dissidio as reivindicações sejam mínimas. A grande massa de trabalhadores ignora que a única contribuição obrigatoria é a sindical, quando então é descontado do seu salario, um dia de trabalho E APENAS UMA VEZ POR ANO. Essa sim está prevista na Constituição E PARTE DELA É REPASSADA PARA O GOVERNO FEDERAL.
A grande maioria tbm ignora que TODO ASSOCIADO DE SEU SINDICATO, tem direito de montar uma chapa e concorrer a eleição. Dificil é o associado ficar sabendo a época em que ela se realiza, pois os atuais dirigentes de sindicato fazem questão de fraudar essas eleições, escondendo informações. Muitas eleições nem chegam a acontecer de fato. Apenas elaboram um documento, ou ata, e durante o ano, colhem as assinaturas dos contribuintes num documento que deveria ser a ata de uma assembléia, como se eles tivessem participado da eleição. Assim o cargo de presidente e toda uma diretoria sindical tem praticamente um emprego vitalicio. Eles enriquecem como uma rapidez inimaginavel, pois prestam poucos ou quase nenhum beneficio ao seu representado.
Vantagens como colonia de ferias, assistencia medica, odontologica, etc, vc consegue apenas se associando e para isso é só se dirigir a sede e fazer sua carteirinha de sócio e pagar mensalmente, é obvio.
Para que não seja descontado do salario outras contribuições, alem da sindical, o trabalhador deve escrever uma declaração de proprio punho, assinar e se possivel autenticar; entregar esse documento, guardando para si uma via protocolada, e tudo isso ele deve fazer até dez dias após a homologação da Convenção Coletiva que vai reger o ano. Esse documento deve ser refeito todo ano. Lembrando que todo trabalhador tem direito de retirar na sede uma copia dessa convenção, onde pode se inteirar de todos os beneficios, indices salarias, pisos e vantagens negociados com o patronal. Tudo que houver ali, é direito de toda a categoria, sendo a empresa obrigada a cumprir esse acordo ou convenção.
A verdade é que os beneficos poderiam ser muito maiores, mas infelizmente, como ja disse antes, acabou-se o sindicato idealista.
Saudade de vc. Beijão

angel disse...

Passe no meu blog, tem um prêmio pra você.
Beijos
Angel

Amigao disse...

Só pra lembrar, no mês de março será descontado 01 dia no salário de todos os trabalhadores.
É a contribuição sindical obrigatória, que a gente esquece todo ano e só lembra depois de ver o hollerite.

Abração do amigão

Allyne Alves [LynneHouse] disse...

Com certeza, a evolução faz parte do ser humano....eu entendi, e concordo em partes com o que voce disse...

Acontece que, do "pharmacia" pro "farmacia" foi tudo muito claro, muito aberto - não tem como nao entender...

Dessa vez, ainda ta tudo desorganizado...livros foram perdidos, os concursos e vestibulares ainda nao estao obrigando a usar a nova regra, ou seja, ta uma bagunça bem mal esclarecida!

Bom domingo pra ti.

Bjss