Sobre este blog

Este nome é facilmente interpretado como 'Mundo Idiota', o que não deixa de ser, visto que atualmente vivemos em um mundo do TER e pior, do PARECER TER / SER, enquanto o que devemos valorizar é o SER. Mas o nome tem outro motivo. Uma pessoa que defende sua pátria é chamado de patriota, numa analogia a pessoa que defende o mundo seria o MUNDIOTA.
 

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Ãh? Como? Não estou entendendo! Fala mais alto!

Ahhhhhh, como é linda a evolução do ser humano. Antigamente tínhamos muitos pelos para nos proteger do frio, agora com as roupas precisamos de menos. Nosso cérebro era menor, andávamos curvados e agora conseguimos uma postura mais ereta. Já até ouvi falar que nossos dedões estão mais “inteligentes” pois agora o usamos bem mais que nossos antepassados, por causa do controle remoto e mais recentemente do celular e suas mensagens SMS.

Pena que nessa evolução nossos ouvidos pioraram, escutamos cada vez menos. Não digo isso baseado em alguma pesquisa científica, mas sim no que percebo por aí.

Quantas vezes eu na minha casa não escuto o som de um carro a dezenas de metros de casa - chego inclusive a sentir a vibração do chão e paredes pelo deslocamento de ar provocado. Eu gosto de ouvir som no meu carro, e reforço, quem gosta de ouvir sou EU, somente EU. Sou altamente egoísta neste sentido, não quero que ninguém ouça o meu som. O som é meu e pronto. Infelizmente não sou como uma boa parte das pessoas mais evoluídas. Não consigo ser democrático ou altruísta o suficiente para permitir que outras pessoas, que não possuem acesso ao som ouçam também a música que coloco no carro. Que as pessoas que não tem som, e estão a até 100 metros do meu carro fiquem sem som.

A ironia acima é para deixar claro o quanto acho falta de respeito o que existe atualmente. Temos carros cujo objetivo não é mais facilitar o deslocamento de pessoas, mas sim o de criar surdos precoces. Andam por aí na maior impunidade. E quando não é o som das músicas dos carros, é o som do motor que eles ‘turbinam’, assim podem acelerar (neste caso as motos são inclusas) e sair cortando as ruas, ensurdecendo as pessoas.

E as festas também entram nesta lista. Tanto as da cidade, que colocam um som tão alto que há quilômetros de distância as pessoas podem ouvir o show, ou então as particulares, até em apartamentos. E nada pode ser feito legalmente. Será que a lei do silêncio após as 22h não serve para estas festas? E mesmo nas residências, onde a lei é vigente, nada pode ser feito, pois se o policial chega o pessoal abaixa o som, e depois quando vai embora vão lá e aumentam novamente, muitas vezes até mais alto para ‘punir’ quem quer acabar com a "diversão" deles.

Agora por favor me respondam uma dúvida. Deus é surdo? A pergunta é séria, pois vejo muitas igrejas onde as pessoas gritam lá dentro, colocam o som no último. Será que Deus está ficando velho e perdendo a audição? Quando criança eu escutava que Deus nos escutava na nossa oração, que muitas vezes ficava somente nos pensamentos, sem a emissão de som. E aprendi que mesmo assim ele nos escutava, pois a onisciência permite isso. Será que Ele perdeu esta capacidade também?

Se Ele continua nos ouvindo bem, por que agora as igrejas precisam do som alto? E ai de quem reclamar deles. Provavelmente dirão que você é um herege, que não tem Deus no coração, ou que tem preconceito contra a religião deles.

Há também as pessoas que escutam musica no fone de ouvido com volumes altíssimos, que permitem que pessoas distantes também escutem a música.

E vendo tudo isso me pergunto: “Por que as pessoas passaram a ouvir tudo alto?”. Será que é para não ouvir a própria voz interior, será que é alguma forma de alienação, que faz com que não veja como tem vivido e então não precise ser responsável por sua vida?

7 comentários:

angel disse...

Você matou a charada.
Muitas vezes a voz interior fala tão alto e ecoa no vazio que se torna um tormento para muitos.
A música externa em volume altíssimo cala essa voz que muitas vezes reclama da solidão em que vive.
As baladas são feitas mais para alienar que para agregar. Vemos muitas pessoas confinadas em um espaço ínfimo, mas elas dançam sozinhas, não se tocam não usufruem do prazer de tocar e ser tocado pela pessoa amada embaladas por uma doce melodia e também não podem se falar pois o som não permite conversas, sussurros...
Muitas vão alí pra curtir... Curtir o quê? Encharcar-se de bebida ou coisas piores e achar que isto é diversão...
Devo estar completamente fora de moda.
Mas continuo ouvindo muito bem, meus ouvidos ainda estão perfeitos, meus sentidos ainda estão funcionando e espero continuar assim por um bom tempo. Espero que essas pessoas que "curtem" tudo de uma forma exagerada hoje possam continuar usufruindo de todos os seus sentidos no futuro.
Alguém não entendeu???
HÃããããã.
Beijos
Angel

Raquel El-Bachá disse...

Oi Carlos. Som alto me incomoda bastante. Sou tão egoista quanto vc com relação a isso. Escuto meu som no carro ou no mp3 no volume necessário para que eu apenas possa ouvir.
Um dia desses indo para o fórum parei em um sinal e na minha frente tinha um carro com um som super alto. Os vidros do meu carro vibravam, meus retrovisores vibravam. Não sei como o motorista daquele carro suportava aquele som. Vai ver que já é surdo.
O barulho que certas igrejas e religiosos fazem também é insuportável. Só lembro de minha ex sogra ouvindo música evangélica e assistindo os cultos pela internet na maior altura dentro de casa. A coitada talvez achasse que isso poderia me converter.
Beijos.

Amigao disse...

Eu li o post a tardinha, voltei agora pra comentar.Chega a ser engraçada a necessidade que as pessoas tem de gritar.Um carro turbinado, o momento do gol, o momento da conversão religiosa, a hora que a mulher do bingo grita pedra que tá faltando na cartela, acabam virando motivos para gritaria e histerias.E a gente que não gosta de gritarias acaba virando chato.
Eu me incomodo muito com estas gritarias mas também confesso, acho que na hora do Gol do Mengão eu exagero um pouco sim, além de gritar ainda aumento o volume da TV.
Abração do amigão

Adri disse...

Carlos tinha uma amigo que era um desses manés que ouvem som no carro no ultimo volume, acho uma tremenda falta de mau gosto... então perguntei pra ele qual o motivo do som tão alto, ele disse que para as meninas olharem... ai definitivamente constatei que ele era realmente um mané, mulher normalmente olha pra saber quem é o mané e passar bem longe...

Tmb não entendo essa mania absurda de fazer barulho pra chamar atenção, sem duvida existem meios bem menos repugnantes.

Bju

Vivian disse...

...ainda estou sem resposta
quanto a Deus ser surdo ou não.

porque eu nunca ví tanta
imbecilidade como há nas
Igrejas Evagélicas e suas
gritarias.

e pensar que a natureza trabalha
silenciosamente, e é dela que
recebemos os melhores exemplos.

lindo post...
parabéns, menino.

obrigada pela visita lá em casa.

bjussss

Venusiana disse...

Adoro pessoas egoístas como você! rs
Verdade! Esses dias no ônibus eu tava pensando nisso, com um mané sentado bancos e bancos mais atrás com um MP"sei lá quantos" ligado para o ônibus todo ouvir. Senti saudades dos fones de ouvido, apesar que, como você disse, nem sempre são suficientes também.
Isso pra não comentar um vizinho X que faz uma verdadeira balada no meio da rua, vez ou outra, altas horas da noite! Eu fico estupefata com tanta falta de noção.

Guilherme Menga disse...

Me lembrou um vídeo muito bom: http://www.youtube.com/watch?v=BBRjrtA3Dqw

Espero que goste :)
Abração Leda