Sobre este blog

Este nome é facilmente interpretado como 'Mundo Idiota', o que não deixa de ser, visto que atualmente vivemos em um mundo do TER e pior, do PARECER TER / SER, enquanto o que devemos valorizar é o SER. Mas o nome tem outro motivo. Uma pessoa que defende sua pátria é chamado de patriota, numa analogia a pessoa que defende o mundo seria o MUNDIOTA.
 

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Saquinhos de mercado

Estava em casa sozinho e lembrei-me que já havia prometido faz tempo dobrar os saquinhos plásticos do mercado para que ficassem melhor na gaveta, e não aquele amontoado de plástico. Já havia visto meu pai fazendo isso e então comecei a fazer isso em casa. No entanto há muito tempo havia acumulado estes saquinhos e os amontoado na gaveta, então eu tinha muito serviço a fazer. E lá fui eu, um após o outro. Porém o tempo foi passando, o mau jeito começou a provocar dor nas costas e o montante de saquinhos quase estava intacto. Por mais que eu tivesse feito ainda faltavam muitos.

Foi então que vi que a pequena negligência constante pode gerar grandes problemas no futuro. Era tão simples e rápido eu chegar do mercado e dobrar os saquinhos, no máximo poucos minutos e estava tudo pronto, sem dor nas costas, sem horas investidas, e com a sensação de deixar organizado. Mas fui deixando isso, sempre crendo que um dia eu poderia chegar e resolver o problema prontamente, assim que eu tivesse vontade. Foi quando percebi que eu até poderia fazer, porém o preço seria mais caro, me daria dor nas costas, consumiria muito tempo, além de ser extremamente entediante.

Permiti-me então uma analogia, fazendo comparações com outras situações em nossas vidas. Quantas vezes não vimos pais e mães negligenciando carinho e atenção aos filhos, em função do trabalho, em função de status, ou em função mesmo do descanso por ter trabalhado tanto em prol do filho? Passam muito tempo sem ouvir os filhos, sem lhes dizer palavras de incentivo e carinho, sem lhes dar abraços sinceros. E depois, quando os filhos ficam deprimidos, revoltados, violentos, egoístas querem recuperar todo este tempo, movendo céus e terras para que o filho fique melhor. E nesse caso, nem sempre isso é possível.

Outro exemplo é com a nossa própria saúde. Por muitos anos exageramos na comida, comemos um monte de bobagens que sabemos que não fazem bem, e comemos em excesso. Não praticamos exercícios. E então, eis que a vida nos manda esta conta. E então, de um dia para o outro, somos obrigados a deixar de comer quase tudo, fazer exercícios, tomar remédios. E certamente todo este esforço não será o suficiente para recuperar o que tínhamos, e que com um pequeno esforço diário poderíamos mudar plenamente o futuro.

Que passemos a cuidar dos nossos filhos, dos nossos pais, dos nossos amores, das nossas atitudes, dos nossos serviços todos os dias, dedicando um pouco do nosso tempo, nosso esforço, para que no futuro ainda possamos gozar do lado bom que tínhamos no começo.

E tudo isso aprendi com saquinhos de mercado.

8 comentários:

Kenji disse...

Mew, faça o seguinte: Leve uma mochila para o supermercado e coloque tudo nela. Assim, você evita acumular saquinhos plásticos desnecessariamente e ajuda a preservar o meio-ambiente.

E para que acumular uma coisa que, eu acho, que nunca vai usar. Consuma somente o necessário, o planeta e eu agradecemos.

César M. disse...

Pois é Carlos o descuido com a saúde é bem visível, pois o quanto já vi e escutei pessoas dizendo "o que não mata engorda". E não dando o devido valor a si mesmo, em muitos casos incluência por uma rodinha de amigos dizendo eu faço isso ou eu já fiz e "não dá nada não vai fundo". Dai você acaba indo para o 'FUNDO' sozinho...

Um Abraço e At+

Diego! disse...

Chega a ser assustador as analogias traçadas em atividades como dobrar saquinhos de plástico.
Até...

Agda Gabriel disse...

Sabe Carlos, eu adoro as analogias que vc traça, partindo de um assunto que talvez pareça sem muita importancia para alguns, vc consegue expressar exatamente as coisas que vc sente, e sua forma particular e pitoresca de ver o mundo...
Adorei esse texto, bem como de todos que vc escreve...Sempre claro, objetivo e honesto. Parabéns.

Meus Detalhes disse...

Gostei muito pela forma de pensar, como os saquinhos, se todos os dias antes de tudo pararmos para realizar as pequenas coisas da vida, nada irá acumular, a ponto de transbordar e não conseguir mais voltar e dar conta do que foi desperdiçado :)...


Beijos!

Raquel El-Bachá disse...

Se cuidassemos mais das pessoas que a gente gosta e das coisas que a gente gosta evitariámos sofrimentos futuros, sensações de perda e arrependimento.
Que bom que os saquinhos de mercado lhe mostraram isso.
Beijos.

luaanebrandão. disse...

Legal a sua maneira de relacionar!
Com as circunstancias da vida tais relaçoes as vezes nem são feitas.
Muitos APENAS existem.. vivendo para a rotina.


Parabéns pela postagem, amei :)
Escreve muito bem. :P

beijo;*

luaanebrandão. disse...

linkei seu blog :)