Sobre este blog

Este nome é facilmente interpretado como 'Mundo Idiota', o que não deixa de ser, visto que atualmente vivemos em um mundo do TER e pior, do PARECER TER / SER, enquanto o que devemos valorizar é o SER. Mas o nome tem outro motivo. Uma pessoa que defende sua pátria é chamado de patriota, numa analogia a pessoa que defende o mundo seria o MUNDIOTA.
 

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Círculo Vicioso

View SlideShare presentation or Upload your own.

O texto acima é uma criação, porém infelizmente representa uma realidade. É tão fácil as pessoas fazerem mal aos outros somente porque fizeram a elas que o texto acima soa até algo babaca ou de gente com sangue de barata, ou então coisas reservadas somente aos religiosos.
Mas creio que isso na verdade é somente uma desculpa para as pessoas continuarem acomodadas em suas atitudes, para não quererem melhorar.

Talvez você pense que não faz isso, ou então logo de cara diga não, afinal, não é uma pessoa má. Mas a questão não é essa. A questão não é se você faz isso ou não, mas se quer continuar fazendo isso, se quer continuar usando desculpas esfarrapadas para justificar tal atitude.

Já presenciei uma situação onde ocorreu este círculo vicioso, e creio que vocês também já devem ter presenciado cena similar. Vi adultos brincando de futebol, em uma festa. Até aí tudo normal. Assim como é normal uma criança ter vontade de brincar. E o que ocorreu? Os adultos começaram a fazer a criança de bobinha, tocar a bola somente para vê-la correr atrás. E quando uma pessoa pediu para eles não fazerem isso, a resposta que deram é que fizeram isso quando eles eram crianças, e que agora era a vez deles.
Incrível como as pessoas gostam de sacanear (ou fazer mal) aos outros. Certamente estes adultos, quando crianças, não gostaram de tal ação, e ao invés de fazerem diferente, preferem repetir o mesmo ato. Espero que a criança aja diferente quando se tornar uma adulta.

E em outra oportunidade ouvi um relato de uma mulher que foi vitima do círculo, porém do virtuoso. Ela bateu a sua caminhonete num carro, fazendo um grande estrago. E ela estava errada, foi responsabilidade dela a batida. E o que o cara do carro fez? Saiu, e foi ver se ela estava bem, se precisava de alguma ajuda. Em nenhum momento gritou, xingou, ofendeu ou qualquer coisa 'normal' nessas situações. E fez isso mesmo a responsabilidade da batida sendo dela. Esta mulher ficou atônita com situação, pois jamais esperaria tal reação. E o resultado disso? Ela viu que podia agir diferente.

Cabe somente a nós a decisão de continuarmos os círculos viciosos, de passarmos adiante o que de mal ou ruim acontece a nós. Ou então de fazermos o bem. Decisão somente nossa.

2 comentários:

Anônimo disse...

09/09/08 22:38pm

Não poderiamos participar de círculos viciosos do Bem e para o Bem Henrique. Como passar um beijo, abraçar quem se gosta, ouvir quem precisa, ensinar a quem necessita:).... esses circulos viciosos são os que realmente importam, mas que para muitos não são tirados do papel, as brigas e o rancor valem muito mais:)....tenho tristeza por quem pensa assim, não que eu seje perfeita, mas sei a hora certa de colocar pontos finais ou até vírgulas, o tempo ensina :).

Adorei o Post... lembrei de muitas pessoas lendo ele.


Beijão e Fica Com DEUS!


Shá...

Catarino disse...

Este texto reflete a pura realidade, todos fazem sacanagens por que um dia fizeram com eles e assim isso não vai parar nunca. É preciso evoluirmos para quebrar o circulo.
Vim desejar ao amigo que tenha um ótimo final de semana e agradecer as visitas e comentários que tem feito ao meu blog.