Sobre este blog

Este nome é facilmente interpretado como 'Mundo Idiota', o que não deixa de ser, visto que atualmente vivemos em um mundo do TER e pior, do PARECER TER / SER, enquanto o que devemos valorizar é o SER. Mas o nome tem outro motivo. Uma pessoa que defende sua pátria é chamado de patriota, numa analogia a pessoa que defende o mundo seria o MUNDIOTA.
 

domingo, 10 de agosto de 2008

Oportunidade

A cada dia que passa percebo mais o diferencial que uma oportunidade faz na vida de uma pessoa. Dizem que nós é que temos que criar as nossas oportunidades, e realmente precisamos arregaçar as mangas e irmos a luta. Ficar reclamando da vida, dizendo que ela lhe virou as costas e que nunca teve uma oportunidade é algo muito cômodo, porém nos coloca num papel de vítima e nada ajuda para melhorar.

No entanto nem sempre é fácil arrumar as oportunidades, apesar do esforço que a pessoa faça. É muito mais fácil uma pessoa conseguir uma oportunidade na cidade de São Paulo, que possui uma infinidade, do que numa cidade paupérrima do interior do sertão, por exemplo. Pode ser que uma pessoa de São Paulo consiga algo com algum esforço, enquanto que uma outra desta outra cidade, apesar de fazer esforços homéricos jamais consiga uma.
E por que estou falando disso? Vi uma reportagem (devido as Olimpíadas) que mostrou alguns brasileiros que estão tendo sucesso lá na China, em restaurantes. E mostrou dois nordestinos que são altamente reconhecidos por seus trabalhos, chefiando equipes de um dos melhores restaurantes de Pequim. E vendo a reportagem fiquei pensando. Se estas duas pessoas continuassem lá em suas cidades, o que seriam? Cortadores de cana, agricultores, mais um usuário dos bolsa-qualquer-coisa? Possivelmente estariam numa situação de pobreza (a cidade deles possuem esta característica), somente sobrevivendo.
E graças a esta oportunidade (não pude saber como eles a conseguiram) hoje são pessoas acima de tudo realizadas.
Tudo o que eles precisaram foi de uma oportunidade. E isso é tudo que as pessoas precisam para mudarem suas vidas, para se descobrirem, para se tornarem cidadãos (e não massa de manipulação). Quantos talentos, inventos, melhorias são perdidas somente por não darmos oportunidade?
Certamente as pessoas têm que buscarem as oportunidades, mas nós também temos que fazer a nossa parte, dando-lhes oportunidade caso seja possível.
Creio muito que com isso poderemos mudar muito nosso mundo, pois as pessoas, quando possuem uma oportunidade a abraçam, e lutam por ela. Claro que tem aqueles que querem mesmo é vagabundear, mas deixarmos de dar oportunidade por causa desses é algo muito cruel a quem somente precisa de UMA oportunidade na vida.

Um comentário:

Polêmica disse...

(Não Carlos, eu não acho que a corrupção é o maior problema do Brasil não).

Bem. Se a gente achar que tudo o que conquistamos foi graças a nossa difícil busca de oportunidade, vamos dar todo o mérito do nosso sucesso à nós mesmos. Se a gente alcançar o sucesso. Ótimo!
Mas, e se a gente fracassar? Teremos que atribuir todo o nosso fracasso à nós mesmos também. E esse pensamento deixa muitas pessoas desmotivadas, não querendo lutar mais, se sentindo incompetentes. Por isso eu acho que ninguém consegue nada sozinho, precisamos de pessoas que nos estendam as mão e precisamos de iniciativa também. Deve haver um equilibrio entre os dois lados.

Beijos!