Sobre este blog

Este nome é facilmente interpretado como 'Mundo Idiota', o que não deixa de ser, visto que atualmente vivemos em um mundo do TER e pior, do PARECER TER / SER, enquanto o que devemos valorizar é o SER. Mas o nome tem outro motivo. Uma pessoa que defende sua pátria é chamado de patriota, numa analogia a pessoa que defende o mundo seria o MUNDIOTA.
 

sábado, 24 de setembro de 2011

Qual o critério?

Já faz algum tempo que vivemos sob a “lei seca”, lei que proíbe uma pessoa alcoolizada de beber. E existe o bafômetro para verificar qual o nível de álcool que a pessoa está.

Mas o que vemos por aí? Pessoas causando acidentes e se recusando a fazer o teste do bafômetro, e os policiais ficando de mãos atadas pois a lei favorece este procedimento, baseando-se no fato que ninguém pode ser obrigado a produzir prova contra si mesmo.

Juro que não entendo muito isto, pois quando uma pessoa vai presa as digitais dela são recolhidas. E para que? Para que possa ser comparada com digitais de cenas de crime, por exemplo, e poder se certificar se a pessoa realmente possui algum envolvimento ou não. E isso não é obrigar a produzir prova contra si mesmo?

Agora as placas dos veículos terão que ser trocadas por placas mais reflexivas. E qual o motivo disso? Para que os radares que fotografam os veículos acima do limite de velocidade possam fotografar com clareza a placa, gerando a multa posteriormente.

Então pergunto: Isso não é obrigar a pessoa a ajudar a produzir uma prova contra si mesmo? Por que alguém que gosta de desrespeitar a lei correndo acima da velocidade máxima deve produzir um facilitador de identificação?

Vejo como dois critérios, um onde não se pode obrigar uma pessoa a fazer algo que aumente as chances de se ter uma prova contra ela, e no outro onde se obriga uma pessoa a aumentar a chance se de ter uma prova contra ela.

Fica a pergunta: qual é o critério?

2 comentários:

angel disse...

O mundo é lógico, porém alguns homens, principalmente os políticos precisam criar o caos porque so assim conseguem dizer e desdizer, criam leis e leis sem se dar conta dos absurdos.
Melhor nem tentar entender.
Abraço

Tiago P. disse...

Acho que de fato o teste do bafometro deveria ser obrigatorio. Esse papo de produzir provas para si mesmo nao rola, senao ninguem seria preso neste pais.

Mas o que me deixa mais emputecido são as pessoas que ficam postando no twitter onde as blits estao acontecendo para que os bebuns desviem dela e matem mais pessoas.