Sobre este blog

Este nome é facilmente interpretado como 'Mundo Idiota', o que não deixa de ser, visto que atualmente vivemos em um mundo do TER e pior, do PARECER TER / SER, enquanto o que devemos valorizar é o SER. Mas o nome tem outro motivo. Uma pessoa que defende sua pátria é chamado de patriota, numa analogia a pessoa que defende o mundo seria o MUNDIOTA.
 

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Justiça?

Leiam a notícia abaixo.

TJ-SP confirma indenização de R$ 600 mil a fumante que teve pernas amputadas 
da Folha Online 

O Tribunal de Justiça de SP negou recurso da fabricante de cigarros Souza Cruz, que tentava anular uma condenação de 2004: a empresa é obrigada a pagar R$ 600 mil à ex-fumante Maria Aparecida da Silva, que teve as pernas amputadas após consumir, durante 30 anos, 40 cigarros Hollywood por dia. Ela contraiu tromboangeíte aguda obliterante --doença que atinge apenas os fumantes. A informação é da coluna Mônica Bergamo na Folha desta quinta-feira. 
De acordo com a coluna, "a Souza Cruz diz que vai recorrer ao Superior Tribunal de Justiça e que a condenação diverge dos 'mais de 465 pronunciamentos' que rejeitaram esse tipo de indenização no país, baseados no 'livre arbítrio' de quem fuma, no 'amplo conhecimento público' dos males causados pelo cigarro e na ausência de relação entre a doença e o consumo do produto". 
Para o promotor João Lopes, do Consumidor --autor de processo que pede indenização bilionária aos fabricantes de cigarros--, a decisão do TJ-SP reconhece a responsabilidade objetiva da empresa pelos danos causados pelos produtos, e "abre precedente para uma avalanche de ações".


Fico triste ao ver a ‘Justiça’ promovendo isso. Temos inúmeras injustiças sendo feitas por aí, criminosos de colarinho (infelizmente hoje existem da cor branca, bege, azul, cinza, preta....), assassinos a solta, mães privadas da presença do filho, corruptores e ‘corrompíveis’, e vem a ‘Justiça’ e promove esse desrespeito aos cidadãos conscientes e responsáveis. Os malefícios do cigarro são conhecidos há décadas, isso nunca foi um mistério para ninguém. Também nunca ouvi um relato sequer de fumante que foi obrigado pela empresa de cigarros a começar a fumar. As pessoas fumam porque elas optaram por fumar. A decisão sempre foi delas, mesmo em algumas vezes sendo uma decisão tola de ‘se juntar aos amigos’.

E agora vem a ‘Justiça’ e premia a estupidez humana com um valor de R$ 600 mil. Agora basta fazer a coisa errada, se destruir e conseguir da ‘Justiça’ a premiação por isso. Este valor recebido certamente não trará a perna dela de volta, nem a saúde. Sei disso, mas isso foi uma conseqüência da decisão que ELA tomou anos atrás.

Para uma família de classe média ficar com R$ 1 mil por mês é um belo sacrifício. Pois bem, se uma família conseguir tal proeza, ela precisará economizar durante 600 meses, ou seja, 50 anos, isso mesmo, meio século (não estou colocando juros, pois certamente daqui 50 anos 600 mil já não significará a mesma coisa). Imagine uma família lutando para educar seus filhos com valores, respeito, dignidade, decência, e ao final de meio século ainda não conseguirá deixar aos filhos o valor que a ‘Justiça’ concedeu.

Vejo isso como um desrespeito incomensurável às pessoas que tentam fazer a coisa certa, sempre com responsabilidade. Compensa mais neste país ser inconseqüente, ‘curtir’ a vida e depois ganhar uma bolada na ‘Justiça’. Por que eu devo ser certo, se o errado agora é legalmente valorizado? Por que adquirir consciência e responsabilidade sobre os meus atos se alguém será culpado por isso?

Fico imaginando a maravilha do nosso mundo no futuro. Todos inconseqüentes e ricos. Comeu muito lanche na vida? Processa o McDonalds. Comeu muito chocolate? Processa a Nestlé. Bebeu muito refrigerante? Processa a Coca-Cola.

Deixo meu asco para os ‘seres superiores’ que promoveram tal ação.

ps. Se alguém deveria pagar, que fosse o governo, afinal, ele autoriza o funcionamento desta indústria e fatura com a produção dela.

3 comentários:

Anderson Emídio disse...

Boa Noite Carlos.

Fico pensando:o que se passa na mente de um promotor destes?
No mínimo quer aparecer e se promover com esta imbecilidade.
Se processasse o governo por péssima administração dos recursos da união eu aplaudiria,mais acredito que ele não tenha tempo para coisas sérias.

Abraço meu amigo.
Um super 2009 a você e sua família.

Arthurius Maximus disse...

Eu concordo com você. Se fosse no início da campanha de esclarecimento, lá pelos anos de 1980, eu não diria nada. Mas todos estão carecas e mancos de saber os malefícios do cigarro há mais de quinze anos através de campanhas maciças de rádio, tv, e por todos os outros meios de comunicação. Fuma quem quer.

E, por isso mesmo, ninguém deve pagar por isso. Afinal de contas, nenhum vendedor de cigarros ou fabricante colocou uma arma na cabeça de ninguém e o obrigou a fumar.

Jhennifer Cavassola disse...

PQP!!

Olá!!! Estou passando para desejar um FELIZ ANO NOVO com muita PAZ, AMOR, SUCESSO e PROSPERIDADE!!!

Beijos