Sobre este blog

Este nome é facilmente interpretado como 'Mundo Idiota', o que não deixa de ser, visto que atualmente vivemos em um mundo do TER e pior, do PARECER TER / SER, enquanto o que devemos valorizar é o SER. Mas o nome tem outro motivo. Uma pessoa que defende sua pátria é chamado de patriota, numa analogia a pessoa que defende o mundo seria o MUNDIOTA.
 

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Vias rápidas?

Quando se estuda para tirar carta de motorista aprendemos que existem vários tipos de vias, cada qual com um limite máximo de velocidade. E uma das vias é a 'Via rápida', cujo limite de velocidade é maior do que as demais.

E o que é essa via rápida? É uma via com o intuito de fazer o transito fluir mais rapidamente, pois não têm paradas como os outros tipos de vias, cruzamentos em excesso, essas coisas. É como se fosse uma estrada. Então isso é bom, não é? Eu respondo sim e não.

E o sim ou não depende somente de um fator: a quantidade de carros. Se existem poucos carros no transito esse tipo de via é uma maravilha, pois conseguimos nos deslocar rapidamente de um lugar para outro, porém se existem muitos carros a via rápida torna-se 'via lenta e geradora de reféns'. Explico. O excesso de carros fará com que o trânsito rapidamente ocupe todas as pistas, e as entradas e saídas desta via se obstruem. E os caminhos alternativos tornam-se mais rápidos, pois é possível seguir mais de um caminho no caso de um estar com um trânsito maior, enquanto que nas vias rápidas você torna-se refém da pista, pois se quiser sair e ir para outras ruas com menos trânsito isso se torna quase impossível, pois a via foi construída de modo a minimizar esses cruzamentos. Então se você ficar preso numa via dessa, não terá muito o que fazer a não ser ficar esperando por muito e muito tempo até conseguir sair para as vias não rápidas.

Hoje me questiono se essas vias não deveriam sumir, deixando somente as ruas normais, com suas infinitas possibilidades de caminho, ao invés de um único. E digo isso analisando a minha cidade, que possui três grandes vias de acesso 'rápido', que somente são rápidos quando não se tem muitos carros, nos horários de maior movimento elas tornam-se lentas. Recentemente fiquei preso vários minutos (o que para essa cidade certamente é muito) em uma via rápida, vendo o sinal abrir e fechar e eu não conseguir ultrapassá-lo. E eu sabia que uma rua abaixo eu poderia seguir o meu caminho tranqüilamente, no entanto a via rápida não me possibilitava ir até esta rua. E eu, e várias outras pessoas, tivemos que ficar na via rápida, gastando tempo e gasolina.

Será esta a morte das vias rápidas?


Um comentário:

JC disse...

Estas vias de transito rápido... as vezes são um ótimo momento para refletirmos sobre o transito rápido que temos por este espaço-tempo que chamamos de vida!